terça-feira, 6 de julho de 2010

Relatório final após a observação da professora de estágio.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS
Faculdade de Artes Visuais
Licenciatura em Artes Visuais
Disciplina: Estágio Supervisionado II
Pólo: Catalão
Professora: Célia Gondo

Alunos observados: 6º e 7º ano
Alunos a qual ministramos aulas: 6º ano
Professoras estagiárias:
Edna Iraci Roldão Leite
Elis Regina Santana
Marta Brandina Nascimento

Relatório de Estágio apresentado ao Curso de Licenciatura em Artes Visuais como parte da exigência da disciplina Estágio Supervisionado II

Catalão, 2010
A educação é o único meio
realmente efetivo para a construção
de uma sociedade
mais justa e democrática,
que respeite as características
individuais de cada pessoa,
inserindo-o em seu grupo social com
respeito à sua unicidade, mas,
como parte integrante
e participativa de um todo.

John Dewey

Em nosso estágio no Colégio Estadual Maria Elias de Melo, em Três Ranchos, observamos que a escola recebe alunos da zona rural a qual vem com transporte da prefeitura e também os da cidade. A maioria dos alunos pertence a famílias cuja condição socioeconômica poderia se definir como classe média.
Fomos bem recebidas no Colégio a secretária e a coordenadora nos concederam uma entrevista e nos mostrou como que eram feitas as documentações, analisamos o PPP e o PDE, diários, e a ata de reuniões. Participamos de um conselho de classe.
Em uma de nossas observações percebemos que a turma do 6º ano era muito agitada e se dispersavam com muita facilidade. Nessa turma a professora trabalhou com eles dispostas em filas. É uma sala que bate sol e incomoda os alunos tendo que puxar as cortinas sempre. As carteiras estão meias que estragadas, (mesas soltas) e os alunos reclamam porque os ventiladores das salas estão estragados. A professora tem postura efetiva de uma profissional que se preocupe verdadeiramente com o aprendizado do educando. Observamos o 6º ano e o 7º ano, o recreio e teve dia que chegamos mais cedo para observar a chegada dos alunos. A professora de Artes trabalhou com a Parada Poética, com Mosaico, etc. E o que ficou claro é que os conteúdos propostos foram abrangentes e, explorados de forma eficiente, ou seja, a docente se importavas com o sucesso dos futuros formadores de nosso país, não só em Arte, mas de forma mais ampla e global.
Ficamos a imaginar como seria ministrarmos aulas na turma do sexto ano, estão resolvemos trabalhar com a noção de abstrato e figurativo, levando em conta que em nossas observações percebemos que os alunos têm dificuldades em leitura de imagens. Assim, essa noção se materializou por meio dos desenhos observados em revistas e jornais e no espaço da escola, nos quais tanto a abstração como a figuração foram compreendidas enquanto conceitos que indagam aparências e estereótipos que os registros gráficos podem representar no espaço e por meio dele. O interesse em aplicar essa proposta também esteve correlacionado com atividades que propiciassem novas descobertas e experiências ao grupo. Foram desenvolvidas com ferramentas tecnológicas, não somente para buscar o ambiente fora da sala de aula, como também demonstrar outras possibilidades de construção para os trabalhos em arte. A escolha pela realização da proposta com meios digitais (computador) gerou um novo aprendizado, esse tão necessário em nossa atualidade, pois em nossas aulas de observação percebemos os alunos apenas usavam o Laboratório de Informática para fazerem seus trabalhos de pesquisa em outras matérias, deixando a aula de arte somente para algumas atividades de colagens, ou de pinturas em papeis xerocopiados, e assim em discussão com o grupo de estagio e mesmo com a professora regente da turma, resolvemos fazer uma oficina de desenho figurativo e abstrato.
A aprendizagem foi muito significante, na sala de informática, eles queriam pesquisar em vários sites as figuras abstratas e figurativas, tivemos de conte-los.
Consideramos que nossas experiências de estágio foram muito válidas e extremamente enriquecedoras. Por já trabalharmos na área, achamos que seria mais fácil lidarmos com os alunos. Mas ficamos surpresas porque durante este tempo o nosso aprendizado foi enriquecedor. Ensinamos mas também aprendemos principalmente com os alunos com NEE
Conhecemos pessoas interessantes e divertidas durante esse tempo, que nos ajudaram a aprender mais e que transformaram o ambiente num lugar leve e divertido, dando mais prazer ao trabalho.
Acredito que durante esse período pudemos obter um amadurecimento tanto profissional quanto pessoal a qual foi extremamente importante. Como o nosso objetivo é verificar o nível de Amadurecimento e evolução das crianças, usamos a avaliação dialógica; depois partimos para a avaliação diagnóstica, apresentando os procedimentos do dia a dia a fim de verificarmos quem estava incorporando as habilidades previstas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário